Convênios e Redes

Intercâmbios Nacionais

Entre os intercâmbios nacionais vigentes em 2018 destaca-se a continuidade da Rede de Programas de Pós-graduação em Comunicação do Centro-Oeste, marcada principalmente pela edição conjunta da Revista ESFERAS Interprogramas de Comunicação do Centro-Oeste, com a Universidade Católica de Brasília (UCB), Universidade Federal de Goiás (UFG) e Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS).

Em tratativas que avançaram durante o ano de 2018, estuda-se a ampliação dessa rede com a integração dos Programas da Região Norte, com o intuito de colaboração efetiva nos âmbitos da pesquisa, do ensino e da produção científica. A expectativa é que em 2019 a nova Rede Norte-Centro-Oeste se constitua efetivamente e se iniciem as colaborações ainda em negociação.

Em 2018, avançou a aliança institucional com o PPG em Comunicação da Universidade de Sorocaba para formação de parceria com o Grupo de Pesquisa em Narrativas Midiáticas (NAMI/UNISO/CNPq) daquela Universidade e grupos de pesquisa vinculados à Linha de Pesquisa Imagem, Som e Escrita do nosso PPG.

Da mesma forma, projeto em parceira com o Grupo Transdisciplinar de Comunicação e Cultura, do Programa de Ciências Sociais da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (Grupo Marginália) redundou no livro Antonin Artaud – Insolências (Ed. Moinhos, 2018). O projeto de parceria foi desenvolvido e executado em 2017. Em 2018, realizou-se o Simpósio Internacional Devorando Artaud: 70 anos, entre os dias 13 e 14 de setembro. Financiado pela FAP/DF, contou com a parceria da Universidade Federal do Rio Grande do Norte e da Universidade Católica de Brasília.

Outra parceria iniciada oficialmente em 2018 uniu o PPG/FAC com o Sistema Labgis – Núcleo de Geotecnologias da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. O Núcleo realiza pesquisas, cursos, projetos e consultorias no uso de Sistemas de Informações Geográficas, Processamento Digital de Imagens e Sistemas de Posicionamento Global com sua equipe multidisciplinar nas áreas de Geografia, Computação, Engenharia Cartográfica, Geologia, entre outros. O Labgis colabora com o cruzamento de dados, produção de mapas interativos, georreferenciamento, etapas importantes do projeto de pesquisa conduzido pelas professora Nélia Del Bianco e Sonia Virginia MOreira (Uerj), “Estudo das regiões de sombra e de silêncio no audiovisual e nas telecomunicações”.

Em 2018, intensificou-se, também, a parceria foi com o Instituto Federal de Brasília, no âmbito do projeto Escola de App: enfrentando a violência online conta meninas, liderado pela professora Janara Sousa, da Linha de Pesquisa Pol[iticas de Comunicação e de Cultura.

Também foi estabelecida parceria com Núcleo de Estudos da Paz, Departamento Penitenciário (Depen) e o Compas – Grupo de Comunicação Pública e Serviço Social, com vistas à viabilização do projeto Ouvidoria em Sistema Prisional, liderado pela docente Elen Geraldes. No primeiro semestre de 2018, a docente esteve afastada das atividades docentes, em visitas técnicas decorrentes deste projeto de pesquisa.

Outra parceria importante é a realizada com a Secretaria de Cultura de Estado de Cultura do Distrito Federal, na área de Cultura, Artes, Cinema e Audiovisual, que tem viabilizado a participação de docentes e alunos do PPG nas diversas atividades de organização do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro e que permitiu a Produção do II Festival de Brasília de Cinema Universitário de 2018, sob a coordenação da professora Dácia Ibiapina, do PPG, e da professora Erica Bauer, da graduação em Comunicação Organizacional.

Em 2018, foi firmado projeto de parceria com o Instituto de Estudos Brasileiros (IEB), da Universidade de São Paulo (USP), para desenvolvimento do Projeto de Pesquisa Perfil biográfico João Guimarães Rosa 1908-1967. Responsável: profa. Diana Vidal, prof. Jaime Tadeu Oliva e profa. Sandra Vasconcelos (USP) e professor Gustavo de Castro e Silva (PPG/FAC/UnB).

Intercâmbios Internacionais

Os projetos de intercâmbio internacional do PPG-FAC/UnB estão inseridos no Plano Estratégico de Internacionalização.

1. Acordos internacionais vigentes.

A assinatura de um acordo de cooperação resulta da formalização do conjunto de ações desenvolvidos por professores do PPG com instituições parceiras em um período mais longo de tempo. Representa, portanto, a parte mais institucionalizada (e muitas vezes mais visível) do processo de internacionalização. Nesse sentido, o PPG-FAC tem buscado concentrar seus esforços em um conjunto de instituições de renome na Europa, Américas e Ásia, de forma a atuar simultaneamente nos eixos de cooperação Sul-Sul, como Sul-Norte. A seguir, uma lista dessas instituições e das principais atividades previstas em termos de cooperação

a. Eixo Sul-Sul.

Rede de Universidades gestoras da Escola de Verão “Pesquisa em Comunicação na América Latina”. Criada em 2015, com o protagonismo do PPG-FAC-UnB, esse coletivo já organizou seis edições de uma Summer School voltada a estudantes de pós-graduação, com creditação das aulas assegurada pelas instituições parceiras. As três primeiras edições da Escola de Verão “Pesquisa em Comunicação na América Latina” ocorreram na UnB, outras já foram realizadas na Argentina e no Uruguai. A próxima foi agendada para março de 2019, na Bolívia.

Communication University of China (China). Iniciada em 2012, a cooperação com essa instituição chinesa já deu origem à publicação de artigos científicos, capítulos de livros e a organização de mesas e debates voltados para a reflexão sobre a pesquisa em Comunicação não só no Brasil e na China, mas também em outros países que compõem o BRICS.

b. Eixo Sul-Norte: Europa

Aliança das Universidades do Vale do Ruhr (UA Ruhr) (Alemanha). A Universidade Tecnológica de Dortmund compõe a UA Ruhr e, através de seus pós-graduandos e professores, tem desenvolvido cooperação técnica e científica com a FAC. Desde o início da parceria, professores(as) e estudantes das universidades envolvidas na iniciativa, compartilharam informações, com impactos decisivos na elaboração de monografias, dissertações e teses, escreveram artigos conjuntos, organizaram eventos com presença mútua e realizaram pesquisas conjuntas.

Université Libre de Bruxelles (Bélgica). A acordo, assinado em 2015, está baseado em um conjunto de ações realizadas a partir de 2012 em parceria a Profa. Florence Le Cam. O acordo se materializa por meio de projetos de pesquisa, mobilidades docentes e discentes e organização de eventos comuns (uma descrição detalhada das ações será feita nas seções posteriores) e produção científica colaborativa. A cooperação com a ULB já contou com recursos das principais agências do Brasil (CNPq, CAPES, FAP-DF) e com recursos belgas (centros de pesquisa AmericaS/ULB, ReSIC/ULB, Wallonie-Bruxelles International). O próximo passo, previsto para 2019, é a submissão de um dossiê no âmbito do programa Erasmus+.

Universidad de Navarra (Espanha) – Acordo interinstitucional com a Faculdade de Comunicação tem possibilitado, nos últimos anos, um fluxo constante de discentes de graduação nas mobilidades in e out. Do ponto de vista da pesquisa e pós-graduação, Navarra já recebeu dois professores do PPG, Thaïs de Mendonça Jorge e Pedro David Russi Duarte, para realização de estágio de pós-doutoramento.

Université de Rennes 1 (França). Assinado em 2001, trata-se do acordo mais antigo em vigor na Faculdade de Comunicação da UnB. A parceria com Rennes 1 se insere no histórico de criação do Réseau d’études sur le journalisme – rede de pesquisa que reunia centros de investigação no Brasil, Canadá, França e México – e que foi substituído, em meados dos anos 2010, por outras manifestações científicas (particularmente os Colóquios Mejor e a revista científica Sur Le Journalisme). Nos últimos 18 anos, o acordo com Rennes permitiu o intercâmbio de estudantes de graduação e pós-graduação, de docentes, bem como a realização de programas de pesquisa entre o PPG-FAC e o laboratório Arènes (http://www.arenes.eu/presentation/). As colaborações mais recentes entre as duas instituições serão descritas mais à frente.

Université Paul-Valéry-Montpellier (França). Um acordo-quadro foi assinado entre a UnB e a Université Paul-Valéry-Montpellier e que prevê o desenvolvimento da cooperação acadêmica, científica e cultural. O PPG-FAC participa dessa cooperação por meio de um acordo específico de co-tutela de tese de doutorado.

Sorbonne Université (França). Criada em janeiro de 2018, a partir da fusão das universidades Paris-Sorbonne (Paris-IV) e Pierre-et-Marie-Curie (Paris-VI), a Sorbonne Université tornou-se uma das cinco maiores universidades da Europa. O PPG-FAF trabalha em parceria com dois centros de pesquisa ligados à Sorbonne: o Centre de Recherches International sur Les Mondes Ibériques Contemporains (CRIMIC), na área de Estudos Lusófonos, em um projeto de pesquisa coordenado pelos professores Michel Riaudel (Sorbonne) e Gustavo de Castro (PPG-FAC); e o Gripic, laboratório de pesquisa vinculada à escola de altos estudos do campo da comunicação do Sorbonne, o CELSA, por meio de acordo específico gerido pelos professores Denis Ruellan e Fábio Pereira. Assinado em 2018, o acordo com o CELSA concentra-se sobretudo nas mobilidades docente e discente (mestrado e doutorado).

Universidade do Minho (Portugal). O acordo tem possibilitado o intercâmbio de professores e pós-graduandos, incluindo co-tutela e estágios sanduíche e pós-doutorado. A parceria resultou no “Projeto Políticas de comunicação, radiodifusão pública e cidadania subsídios para o desenvolvimento sociocultural em Portugal e no Brasil,” aprovado no edital CAPES-FCT, que possibilitou o desenvolvimento de pesquisa, publicação de artigos conjuntos e eventos conjuntos nos dois países.

Universidade da Beira-interior (Portugal). Assinado em 2013 e renovado em 2018, o acordo com a UBI tem se concentrado na mobilidade de pesquisadores (doutorado e pós-doutorado). Para 2019, foi inserido um novo dispositivo no acordo, que prevê uma troca de professores entre as duas instituições para estágios de ensino e pesquisa de seis meses de duração. A ideia é enviar um docente brasileiro para atuar como professor visitante em Covilhã e receber simultaneamente um colega português.

c. Eixo Sul-Norte: América do Norte

Université du Québec à Montréal (Canadá). Assinado em 2014 e em fase de renovação, o acordo deu origem a um projeto de pesquisa interinstitucional no campo da comunicação política (ver seção 3), bem como várias ações de mobilidade docente e discente, incluindo estágios de doutoramento (seções 4 e 5). O PPG-FAC colabora com duas instituições ligadas à UQAM: o laboratório Centre de recherche interuniversitaire sur la communication, l’information et la société (CRICIS), coordenado pelo Prof. Éric George e que conta com dois pesquisadores associados do PPG (Fábio Pereira e Luiz Cláudio Martino); e o Departamento de Ciência Política da UQAM, por meio da parceria iniciada ainda em 2012 com o Prof. Julián Durazo Herrmann

Université du Québec à Trois Riviers (Canadá). O acordo se ancora em interesses de pesquisas comuns no campo do direito à comunicação, direito autoral, perspectivas críticas da comunicação e nas relações entre mídias e intelectuais. Já deu origem a publicações comuns (como um dossiê temático co-organizado pelos Profs. Fábio Pereira e France Aubin, publicado na Revista Eptic) e na mobilidade docente.

California State University Fullerton (Estados Unidos). Ainda em fase de consolidação o acordo busca se concentra sobretudo na cooperação no campo pedagógico.

Em 2017, foram seis os docentes com bolsa de doutorado sanduíche no exterior:

1) Clarissa Raquel Motter Dala Senta – Université Paris – Sorbonne/França
2) Hadassa Ester David – Universidade da Beira Interior/ Portugal
3) Helena Martins do Rêgo – Universidade Técnica de Lisboa /Portugal
4) Juliana Bulhões Alberto Dantas – Universidade da Beira Interior /Portugal
5) Marina Medleg Simon – Dublin City University/Irlanda
6) Raquel de Holanda Rufino – Université Paul-ValéryMontpellier III

Em 2018, quatro alunos do PPG realizaram estágio de doutorado sanduíche no exterior, com bolsa PDSE/CAPES:

Leon Eugênio Monteiro Rabelo – 01/08/2018 a 31/01/2019 – New York University

Vanessa Daniele de Moraes – Outubro de 2018 a março/2019 – Universidad Autónoma Metropolitana – México

Viviane dos Santos Brochardt – Agosto/2018 a julho/2019 – Universidade de Sevilla – Espanha

Vinícius Pedreira Barbosa da Silva – 11/2018 a 04/2019 – University of London